quarta-feira, 26 de novembro de 2008

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Jantar a dois

E ontem depois do trabalho tinha o meu namorado à minha espera e seguimos para Soho para um jantar a dois. Depois de algumas voltas até encontrarmos o restaurante entrámos e deliciámo-nos com a comida. Com a barriga cheia andámos pelas ruas de Soho até Leicester Square. Sabe-me mesmo bem andar em Londres à noite. Em casa vimos um episódio da série "Entourage". Costumávamos ver esta série quando estávamos em Portugal e também na casa de Willesden Green.

Quarta-feira de folga

Limpar a casa. Almocar com o namorado. Fazer a digestao em frente ao computador. Ginasio ao final da tarde. E para acabar bem o dia... ...fui ate ao trabalho buscar uma colega para irmos beber qualquer coisa a qualquer lado. Juntou-se mais um colega e fomos ate um restaurante aqui perto. Bebemos dois jarros de Pimm's, petiscamos comida indiana e rimo-nos muito. Depois disso fomos buscar uma garrafa de Smirnoff Ice ao mini mercado aqui da zona e com tres copos de plastico seguimos ate ao London Eye. Acabada a garrafa estava na hora de voltar para casa. Viagem para casa com o namorado.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Nova flatmate francesa - Parte II

Ou segundas impressões. Primeiro a nossa saladeira que guardamos no nosso armário apareceu a cheirar a peixe no escorredor da loiça. Segundo foi o sal que desapareceu ontem. Directamente do nosso armário. Andámos feitos parvos à procura do sal para temperar a carne e nada! Até que depois perguntámos à rapariga que também estava na cozinha se ela sabia do sal ao que ela respondeu que estava no quarto dela!!! Lá devolveu o sal. Depois disto colei um papel a dizer PRIVATE dentro do armário. Esta manhã foi o açúcar! Desapareceu o pacote inteiro de açúcar que também estava bem guardado no nosso armário. Bati-lhe à porta do quarto e perguntei se ela o tinha tirado do armário mas ela disse que não com um ar um bocado chateado. Escrevi um bilhete pouco simpático que colei no frigorifico sobre o açúcar desaparecido e ninguém se acusou. Tendo em conta que aqui em casa só vivem mais duas raparigas e a outra nunca usou as nossas coisas tenho todas as razões para acreditar que o açúcar foi pelo mesmo caminho do sal. Há uns minutos atrás cruzei-me com a dita francesa e perguntei mais uma vez pelo açúcar mas ela respondeu: "I don't take it!" Aceitam-se sugestões para resolver este problema com a aventesma que veio para Londres aprender inglês e passa o dia enfiada em casa...

sábado, 8 de novembro de 2008

De folga mas pouco

Ontem levantei-me tarde o suficiente para conseguir dormir perto de 10 horas. Estava mesmo a precisar de descansar. Fui até ao ginásio para aliviar um bocadinho o meu peso (na consciência). Porque ultimamente não tenho ido lá muito frequentemente. Antes combinei uma tarde de compras com uma amiga. Almocei a correr depois de voltar do ginásio e pus-me a caminho de Waterloo. Daí seguimos para Oxford Street. Experimentar roupa na H&M e comprar tudo o que experimentei. Passagem na Debenhams para ver lingerie e não comprar nada. Uma ida à Boots para comprar umas coisinhas. E a caminho da Primark comprar castanhas assadas na rua. Na Primark séculos na fila para comprar uma t-shirt de £2 para dormir. Entretanto já estava na hora de nos pormos a caminho do escritório. Reunião da equipa. Chegar e ouvir que um amigo se vai despedir (apanhou-me desprevenida e fiquei sem saber como reagir). 3 quartos de hora de atraso e 2 horas e 1 quarto de reunião! Saí de lá depois das 8 da noite. Seguimos para o pub onde bebi meio copo à conta da empresa e como o ambiente também não estava grande coisa arranjei maneira de me pirar dali e encontrei-me com o André mesmo ali ao lado. Seguimos a pé até Charing Cross onde comemos um hamburger e de barriga cheia fomos apanhar o metro a Embankment para irmos buscar o meu namorado ao trabalho. Algum tempo à espera e em meia hora já estávamos num pub em Hammersmith com mais 3 do melhor! Algumas bebidas, comida e muita conversa em português. Falei com um professor do secundário ao telefone porque ele estava por Londres a fazer um intercâmbio mas acabámos por não nos cruzar desta vez. Eu e o meu namorado saímos meio a correr na esperança de apanharmos o último metro e tivemos sorte. De qualquer forma tivemos de apanhar o autocarro para casa em Leicester Square mas foi tão rápido como o metro. Há dias assim! Cada vez gosto mais de viver nesta cidade.

Mais um despedimento na Vodafone

Mais um amigo meu foi despedido ontem da Vodafone. Assim de um dia para o outro e sem qualquer pré-aviso. Conhecemo-nos durante a formação para o apoio ao cliente da Vodafone há mais de 3 anos e trabalhámos lado a lado até ele ser promovido a supervisor. Que o próximo emprego esteja para breve é o que desejo.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Nova flatmate francesa

Ora hoje cheguei a casa e encontrei uma pessoa estranha no meio do caminho! Desta vez o pessoal da agência foi rápido! O quarto esteve vazio apenas 1 dia. Tenho uma flatmate nova! Muito simpática mas não sei se vai ser fácil comunicar em inglês com ela. Primeira impressão OK!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Flatmate da Hungria

E o meu flatmate da Hungria foi-se embora ontem e nem disse nada! Apesar de estar na cozinha enquanto ele levava as coisas para o táxi não foi capaz de dizer que se ia embora. Hoje o homem da agência veio cá e parece que ele também não foi avisado. Resta-nos esperar que os próximos sejam tão bons como este que era simpático, limpava a casa sempre que era suposto e não fazia barulho.

sábado, 1 de novembro de 2008

Que bom que é fim de semana!

E hoje acordei com o telemóvel a tocar! Era a Renata para me perguntar se tinha gostado da nossa saída de ontem e para me dizer a minha rota da próxima semana. Acordei bem disposta. Ontem depois do trabalho... Saímos do escritório ás 9 horas onde o André se encontrou connosco (depois de ter estado no pub desde as 6 horas). Apanhámos o metro até Leicester Square (leia-se Lester Scuer) com intenção de irmos beber e petiscar qualquer coisa em Convent Garden. Mas fomos parar ao Devonshire Arms (o pub onde conheci o André e onde foi para nós o primeiro encontro de portugueses em Londres). Bebemos uma bebida cada um e saímos assim que acabámos porque a cozinha já estava fechada. Acabámos num restaurante que o André conhecia a comer uma refeição a sério! A comida, o ambiente e os empregados são 5 estrelas. Depois de termos a barriga bem cheia fomos apanhar o metro a Piccadilly Circus. A Renata e o André ficaram por Waterloo onde apanharam cada um o seu comboio para casa e eu e o Disney (que belo nome que os pais lhe deram) seguimos viagem de metro juntos porque ele mora perto da estação a seguir à minha. Depois de alguma conversa cheguei à minha estação, mais 5 minutos a pé e já estava em casa.