Inveja é coisa feia

Surgiu a oportunidade de ir trabalhar umas semanas para o Sri Lanka e tanto eu como a Renata podiamos ter aceite o desafio. A minha primeira reaccao foi brincar com a situacao e dizer que se tenho de levar vacinas nao vou a lado nenhum enquanto que a da Renata foi dizer que essa é a viagem da vida dela (tal como disse o mesmo da India) mas que dificilmente o marido a deixa ir.

Mais tarde e ponderando mais seriamente a ideia de passar umas semanas por lá e depois de ter conversado com o meu namorado decidi aceitar o desafio.

A nível profissional é uma boa oportunidade porque vou gerir um call centre acabadinho de abrir, dar formacao, recrutar pessoal e orientar tudo para que a qualidade do apoio ao cliente seja 5 estrelas.

Mas parece que a Renata nao ficou contente com o facto de eu ir porque eu nao queria a viagem tanto como ela. O que é uma parvoíce já que ela nao podia mesmo ir e nao vejo mal nenhum em eu ir mesmo que uma viagem ao Sri Lanka nunca tenha feito parte dos meus sonhos.

Ela foi dizendo que nao estava nada chateada e até disse que depois ia a India outra vez por isso nao ficava triste. Mas o que é facto é que no facebook e em polaco deu a entender que nao vai ao Sri Lanka por causa de mim, como se eu lhe tivesse roubado esta oportunidade. Em vez de culpar o marido que foi a única pessoa que lhe disse que ela nao ia a lado nenhum!

Fiquei chateada por ela nao ter falado comigo sobre o que ela sentia e por dizer coisas que nao sao verdade. Só consigo concluir que as atitudes dela sao fruto de inveja, já que eu posso ir onde eu quiser e tenho sempre o apoio do meu namorado que neste caso até vai comigo e também porque se tem tornado um pouco óbvio que a minha chefe tem planos diferentes para mim dentro da empresa e que brevemente vou ter funcoes diferentes do resto da minha equipa.

Se eu tenho culpa de ter um namorado 5 estrelas, se calhar tenho e peco desculpa se isso chateia algumas pessoas mas eu cá sou muito feliz! Se eu tenho culpa de trabalhar bem, sim tenho, podia fazer pior é verdade mas acho que isto de gostar de trabalhar é genético!

Etiquetas: , ,