Ser Promovida

Abriu uma vaga há pouco mais de duas semanas para a equipa de suporte mas eu não tinha a certeza se iria conseguir estar ao nível daquela equipa ou se me iria adaptar a trabalhar numa equipa tão pequena num ambiente mais sossegado e por isso estava a pensar nem me candidatar.
 
No dia antes de acabar o prazo para as candidaturas o supervisor dessa equipa foi perguntar ao meu supervisor se eu me ia candidatar. O meu supervisor veio falar comigo a perguntar se eu estava a pensar nisso e eu disse que não sabia mas que ia pensar no assunto. No dia a seguir o supervisor da equipa do suporte veio falar comigo directamente a dizer que tinham alargado o prazo das candidaturas e a convidar-me para ir passar uma hora com a equipa para ver se gostava do ambiente e do tipo de trabalho. Como gostei do ambiente acabei por enviar o currículo e carta de apresentação no mesmo dia.
 
A entrevista foi marcada para a quarta-feira seguinte. O meu supervisor ajudou-me com a preparação da entrevista, pesquisei em casa sobre as perguntas da praxe e preparei a roupa porque quando temos entrevistas temos de ir todos pipis.
 
Fomos só dois a concorrer para aquela vaga e o outro candidato já tinha concorrido uma vez. Aparentemente ele achava que eu não tinha qualquer hipótese já que quando me desejou boa sorte fez questão de dizer que eu ia mesmo precisar. "Good Luck. You're gonna need it", disse ele.
 
Antes da entrevista eu estava relativamente calma e acho que por isso correu super bem. Consegui dizer tudo o que tinha planeado e mostrar que estava segura de que era a opção certa para aquela posição.
 
A decisão foi anunciada no dia seguinte pela hora do almoço. Durante a manhã os dois entrevistadores pareciam baratas tontas a falarem com alguns supervisores. Pelo que percebi estiveram a ver os registos dos recursos humanos para ver a pontualidade e assiduidade dos dois candidatos e talvez a sondar a opinião dos outros supervisores em relação ao nosso trabalho e atitude.
 
Eu estava em pulgas para saber o resultado. Fui a primeira a ser chamada. E depois de uma breve introdução sobre como tinha corrido a entrevista lá me disseram que me tinham escolhido a mim. Fiquei tão contente que não conseguia parar de sorrir. Como não podia dizer a ninguém até o outro candidato saber o resultado fui até à casa de banho respirar e concentrar-me para parar de sorrir.
 
Felizmente nao demoraram muito e pude dizer o resultado a todos os que me iam perguntando. Durante a tarde saiu um mail a dar a notícia e começaram a chover mails de parabéns. Estou muito feliz porque passado tanto tempo a fazer trabalho de call center  o meu trabalho foi finalmente reconhecido. Custou mas valeu a pena comecar do zero mais uma vez.