quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Dois Tracinhos

Quase um mês e meio desde que aqui em casa se fez um teste de gravidez onde apareceram dois tracinhos. Eu estava meio adoentada e sem vontade de fazer nada mas a T. andava meio preocupada e achava que era boa ideia fazer um teste mas não tinha grande pressa. Eu insisti em fazer naquela noite para ela ficar descansada.

Ela veio ter comigo aqui a casa. Conversámos muito, rimos e comemos. Mais tarde ela fez o teste. Ainda na casa de banho, gritou "fuck, fuck, fuck", já que o raio do teste acusou logo a gravidez. Eu não acreditei logo. Disse para esperar o tempo que é suposto antes de tirarmos conclusões. O segundo tracinho não desapareceu.

Muita choradeira. As condições não eram as ideiais, nada foi planeado, o moço nem era bem namorado ainda e ela tem alguns problemas de saúde. Telefonema para a mãe. Decidir como contar ao pai da criança. Tentativa falhada de comunicar a situação ao moço. Telefonema com o irmão. Mais choradeira. Muitos mimos, abraços e conversa para a tentar acalmar e animar.

Foi assim que tudo aconteceu naquela noite.

Falamos quase todos os dias por mensagens e trabalhamos na mesma empresa mas não é fácil arranjarmos tempo para estarmos juntas fora do trabalho. Hoje conseguimos finalmente um tempinho para irmos até ao pub jantar e conversar um bocado só as duas. Foi muito bom e estou feliz por vê-la bem.

2 comentários:

Joana disse...

Nunca passei por isso mas parece um pesadelo e uma aventura ao mesmo tempo... Espero que corra tudo pelo melhor :)

Sofia disse...

Eu felizmente também não. Por enquanto tudo a correr bem.
Beijinhos!